5 Dicas para o Sucesso da Publicidade Online (+ 10 curiosidades)

Quando precisamos investir no crescimento, o mais importante é aparecer de forma eficiente para nosso público-alvo.

Seja uma loja física ou virtual, não sendo determinante qual é o tipo de negócio.

O investimento em publicidade é uma solução consolidada que traz retorno.

Porém, antes é preciso realizar algumas perguntas clássicas na hora de aplicar algum dinheiro. São elas:

  • Como obter o retorno sobre o investimento aplicado?
  • Quais os riscos deste investimento?
  • Quanto tempo terei que esperar para ter retorno?

Para fazer um investimento em publicidade no Google é preciso entender – ou de alguém que entenda – as regras deste investimento publicitário para que o resultado seja positivo e as perguntas acima sejam respondidas de forma clara e concisa.

O sistema de publicidade online mais conhecido e consolidado do mercado para quem quer aparecer na internet é o Google AdWords.

O sistema de publicidade do Google que, em conjunto com o Google Analytics, oferece métricas que permitem a visualização clara do retorno do seu investimento.

Questões como retorno, risco e tempo são muito importantes e altamente valorizadas pelo Google, pois o sistema consegue analisar conversões e maximizar resultados.

Uma conversão corresponde à conclusão de um objetivo previsto no site. Geralmente é um preenchimento de cadastro, download de um arquivo ou a venda de um produto ou serviço através do site.

Preparamos cinco dicas para a publicidade do Google AdWords:

1. Saiba anunciar seu produto

Se você tem tempo livre e gosta de AdWords estude e faça você mesmo a sua campanha.

Se você já tem diversos assuntos para resolver sobre seu negócio, contrate uma Agência Google Adwords, que irá auxiliar a encontrar os melhores caminhos para sua conta.

Há muitas regras no mundo dos links patrocinados e se você não possui o conhecimento adequado, não faça.

2. Seja claro em seu texto

Se o seu intuito é vender online ou gerar contatos relevantes, facilite a navegação no seu site, ofereça informações claras sobre seus produtos ou serviços, formas de pagamento, imagens dos produtos e formas de entrar em contato.

3. Inspire confiança

Se o seu site não demonstra confiabilidade, o investimento em marketing pode não gerar retorno. Então, busque um design agradável, evite erros de português ou páginas fora do ar, ou de nada adiantará levar pessoas até ele.

4. Invista o suficiente para analisar os resultados

Invista um valor que seja o suficiente para a coleta de dados estatísticos confiáveis sobre a sua campanha de marketing digital.

Não adianta nada deixar rodando apenas um ou dois dias.

5. Utilize métricas para visualizar o retorno

O investimento aplicado é proporcional à quantidade de cliques.

Com essa medida você saberá qual parte da sua campanha está indo bem e qual não está indo. Use o Google Analytics e/ou o código de conversões AdWords para descobrir os pontos positivos e negativos.

Na publicidade do Google AdWords dá para ter certeza que um clique que custou R$ 0,03, por exemplo, gerou uma venda online de um produto de R$ 50.

Se compararmos o retorno da mídia online com o da mídia tradicional, como a TV, seria como se fosse possível medir o número exato de espectadores, ter certeza que apenas determinado segmento verá sua propaganda televisiva, que as pessoas se interessaram, levantaram da poltrona naquele momento, foram até a loja e compraram o produto minutos depois do anúncio.

Um dia a TV chega lá. 🙂

Considere Buscar um profissional para te ajudar

O AdWords é uma poderosa ferramenta capaz de oferecer produtos ou serviços apenas para as pessoas que precisam deles e já estão interessados por eles. É um sucesso no mundo inteiro, basta seguir o caminho correto.

Hoje em dia, existem várias Agencias Google Adwords, especializadas em anunciar e gerir anúncios no Google, por isso o melhor caminho a seguir seria contratar uma dessas agências especializadas em marketing online, onde Anunciar no Google será mais fácil e eficiente.

10 Curiosidades sobre a Publicidade Digital

Alguns fatos interessantes que você deve, ou não, ficar atento:

  • 30% da publicidade online nunca é vista pelo consumidor final, principalmente porque as propagandas estão no final da página e 2/3 dos usuários não rolam a página até o final para ver.
  • A média de cliques para publicidade online é apenas 0.1%. Em outras palavras, uma propaganda gera apenas um clique entre as milhares de vezes que é mostrada, e esta métrica ainda soma os cliques de publicitários testando a efetividade de sua campanha online.
  • O Smart Phone no seu bolso seria qualificado como o computador mais potente em 1985.
  • Varejistas podem perceber um aumento de 60% fazendo uso completo do Big Data já disponível. Entretanto, apenas nos EUA, perceber todos os benefícios econômicos dos dados disponíveis atualmente, entre todas as indústrias, requer um adicional de 140.000 analistas qualificados.
  • O custo atual para obter um disco de computador capaz de armazenar 100% de todas as músicas do mundo é apenas 600 dólares.
  • Em novembro, o Facebook contabilizou 10% do tempo gasto online nos EUA, atraindo 150 milhões de visitantes únicos. O LinkedIn foi o próximo, com 41 milhões de visitantes únicos em novembro de 2012.
  • Quase 1/3 das compras de consumo eletrônico é feito online atualmente, mas apenas 1% dos bens diários, de uso básico é comprado online.
  • A receita de publicidade online está subindo uma media de 100% ao ano.

Todos esses fatos interessantes foram apresentados recentemente por Gian Fulgoni, presidente da comScore, no formato de conferências e posts em blogs.

Alguns dias atrás ele resumiu os dez “tópicos quentes no mundo digital” em um post compreensível no blog da própria empresa.

Vale a pena prestar atenção no que ele tem a dizer, porque ele usa uma perspectiva extremamente bem informada, e se você quiser ler a visão dele com mais detalhes, eu convido você a clicar no post original.

Em resumo, de qualquer forma, os dez “tópicos quentes” são:

  1. Big Data;
  2. e-Commerce;
  3. Mídias Sociais;
  4. Mudar os gastos de publicidade para Digital;
  5. Público alvo versus locação de mídia;
  6. Medir a entrega e efetividade dos planos de mídia digital;
  7. Crescimento do número de Smart Phones e Tablets;
  8. Planejamento de mídia multiplataforma e análise;
  9. Ideias de marketing em tempo real;
  10. Considerações de privacidade;

Um dos comentários interessantes de Folgoni tem a ver com a preocupação que as pessoas tem sobre sua privacidade online, em vista da capacidade de rastreamento que as ferramentas usadas por publicitários possui.

Ele diz que quase todos esses rastreamentos e ferramentas de público alvo são baseados em cookies anônimos, que não coletam absolutamente nenhuma informação de identificação.

A conclusão dele, claro, é que você pode ser rastreado online, mas que na verdade não pode ser identificado.

Entretanto, eu acho que é apenas uma questão de tempo até o uso efetivo e robusto do Big Data, de fato, produzir identidades reais para ligar a comportamentos específicos online.

O mundo está se tornando de fato mais e mais transparente.

Tudo pode estar apenas translúcido hoje, mas, e amanhã…?